Home/ Noticias/ Dirigente dos Padeiros de So Paulo critica reformas impostas na marra

Padeiros de São Paulo criticam Reformas impostas...

PADEIROS DE SÃO PAULO CRITICAM REFORMAS IMPOSTAS NA MARRA

Matria publicada no site da Agência Sindical - 07/08/2017

debaterreformas0408

(Foto: Paulo Rogrio "Neguita")

debaterreformas0408

O Sindicato dos Padeiros de São Paulo (UGT) promoveu na sexta (4) reunião para debater os impactos da reforma trabalhista. Dieese e advogados trabalhistas tambm participaram. O auditrio da sede (Centro-SP) recebeu trabalhadores da base, ativistas e dirigentes.

Para Chiquinho Pereira, presidente do Sindicato, a reforma foi imposta sem debates. “Não somos contra reformas. O que não aceitamos a imposição. A boa reforma aquela que nasce do debate e produz consenso”, observa.
 
O dirigente critica a tentativa de setores patronais que tentam reduzir direitos, a pretexto da reforma. Diz Chiquinho Pereira: “Numa de nossas negociações coletivas, o patronato j chegou com uma pauta querendo cortar tudo. Reforma trabalhista e sindical na marra incompatvel com democracia”.
 
Alm de aprofundar o conhecimento de dirigentes e ativistas, o encontro nos Padeiros deve produzir contedo a ser levado para a base. A Agência Sindical entrevistou o confeiteiro Antonio Pereira, que trabalha na Zona Leste de SP. Ele diz: “Eu não conheço bem a reforma. Vim aqui pra saber mais. Vejo que os patrões defendem a reforma, alegando que vai gerar mais empregos. Mas acho que isso não vai acontecer”.

 

Link: http://www.agenciasindical.com.br/lermais_materias.php?cd_materias=7284&friurl=_-Dirigente-dos-Padeiros-de-Sao-Paulo-critica-reforma-trabalhista-na-marra-_

Fotos: https://www.flickr.com/photos/148400980@N03/albums/72157684755531193