Home/ Noticias/ DEPOIS DE 11 DIAS DE GREVE, TRABALHADORES DA EUROVILLE RETORNAM AO TRABALHO!

DEPOIS DE 11 DIAS DE GREVE, TRABALHADORES DA EUROVILLE...

DEPOIS DE 11 DIAS DE GREVE, TRABALHADORES DA EUROVILLE RETORNAM AO TRABALHO!
Por Suely Torres
 
euroville1FINAL
(Foto: Paulo Rogrio "Neguita")
 
Como informamos anteriormente, os trabalhadores da Padaria Euroville fizeram uma greve como forma de protesto contra empresa que não estava pagando os salrios, frias, cesta bsica, participação nos Lucros e resultados (PLR) e o abono pelo Dia da Categoria. Alm desses direitos bsicos, a empresa não estava assinando a carteira de trabalho de vrios funcionrios e nem depositando o FGTS dos trabalhadores.
Diante do abuso dos patrões, o nosso Sindicato chamou a direção da empresa para negociar e exigir que ela cumprisse com a legislação trabalhista e respeitasse os direitos doas trabalhadores que, de forma organizada e consciente, decidiram cruzar os braços por tempo indeterminado ou at a direção da empresa apresentar uma proposta para resolver a grave situação dos mais de 64 funcionrios.
 
GOLPE! 
Durante as negociações, infelizmente, o que o nosso Sindicato e os trabalhadores apuram foi uma realidade inusitada: o antigo dono da Euroville, senhor lcio, havia vendido a empresa, h algumas semanas, para um cidadão chamado Carlos, o qual, por incompetência ou m f, não conseguiu administrar a empresa causando, alm dos prejuzos aos trabalhadores, prejuzos aos fornecedores e, de certa forma, população da região, que ficou sem a opção de consumir os produtos da Euroville.
 
Com o impasse, o antigo dono da Euroville, senhor lcio, retomou a administração da empresa e firmou um acordo com o Sindicato e os trabalhadores: retomar o funcionamento da padaria no final de semana (a partir do dia 04/08), iniciar o pagamento de todos os direitos em atraso e não permitir que essa situação tornasse a acontecer, pelo menos, durante o perodo em que ele estiver frente da administração da empresa.
 
O Sindicato ir acompanhar, juntamente com os trabalhadores, todo o processo de desenvolvimento do acordo e deixou claro para o senhor lcio que, caso ele não cumpra o compromisso assumido com a entidade e os trabalhadores, a luta ser retomada e a greve ser o menor dos problemas que a empresa ter de enfrentar. 
 
euroville2FINAL
(Foto: Paulo Rogrio "Neguita")
 
euroville3FINAL
 
 
euroville4FINAL