Home/ Noticias/ Os jovens sero os mais prejudicados

OS JOVENS SERÃO OS MAIS PREJUDICADOS CASO...

OS JOVENS SERÃO OS MAIS PREJUDICADOS CASO A REFORMA DA PREVIDÊNCIA SEJA APROVADA
 
EspacoJovemPrevidencia
 
A proposta de Reforma da Previdência, que foi aprovada na Câmara pela Comissão Especial, uma das grandes ameaças que a população brasileira vem enfrentando nos ltimos meses. A proposta prevê regras absurdas para dar entrada na aposentadoria como, por exemplo, a idade mnima para que se possa receber o benefcio de 62 anos para as mulheres e 65 anos para os homens, com, pelo menos, 25 anos de contribuição.
 
Contudo, se a proposta for aprovada na forma em que est, os jovens serão os mais impactados pelas mudanças que o Governo deseja estabelecer. 
 
Alguns advogados, economistas e especialistas em finanças apoiam a teoria de que o planejamento financeiro deve ser ensinado para os jovens desde cedo pelos pais, o que, no caso, inadmissvel. Como podemos jogar tamanha responsabilidade nas costas de um jovem que ter que enfrentar inmeros obstculos frente como, por exemplo, o desemprego? 
 
O discurso de que a Reforma da Previdência uma ttica para reacender a economia do Pas somente mais uma tentativa da elite em diminuir os recursos da classe popular em benefcio prprio. Ou seja, as novas gerações terão que, alm de se adaptar s mudanças que podem ser implementadas com a reforma, se preocupar em como irão traçar o planejamento financeiro para não sentir o impacto que a ausência da aposentadoria ir causar. 
 
Porm, o projeto da Reforma Previdenciria não exige somente que a parcela mais jovem da população se conscientize financeiramente, ela tambm determina obstculos para que se possa ter acesso a uma aposentadoria digna, mesmo que se tenha contribuindo por anos para a economia do pas. desta forma que o Governo quer tratar o povo brasileiro, impondo barreiras para que os trabalhadores possam desfrutar do que eles construram com os seus prprios esforços. 
 
Segundo Milko Matijascic, tcnico em Planejamento e Pesquisa do Ipea e doutor em economia pela Unicamp, “Entre as maiores ameaças aos brasileiros, figura a exigência de 25 anos de contribuição para se aposentar.
 
Para completar esse perodo, o brasileiro pode se ver obrigado a trabalhar at 35, 40 anos ininterruptos, se levar em conta os perodos nos quais ele atua fora do mercado formal”.
 
preciso compreender que estas reformas, tanto a da previdência quanto a trabalhista, s irão prejudicar a vida dos trabalhadores e trabalhadoras. Elas devem ser pensadas e elaboradas para melhorar as relações de trabalho e proteger os direitos dos cidadãos, e não para serem usadas como recursos em detrimento desses mesmos direitos sob o pretexto de que irão melhorar a economia.