Home/ Noticias/ Centrais definem 30 de junho como data de nova paralisao nacional

Centrais definem 30 de junho como data...

As Centrais Sindicais aprovaram nesta segunda (5) um calendrio de lutas no mês de junho, que deve culminar com nova greve nacional dia 30
Matria publicada pela Agência Sindical
 
CENTRAIS30JULHO
 
Em reunião na sede da Nova Central, em São Paulo, CUT, Força Sindical, UGT, Nova Central, CTB, CGTB, Intersindical, CSP-Conlutas, CSB decidiram tambm convocar para 20 de junho o Dia Nacional Mobilização Rumo Greve Geral.
 
O calendrio de ações prevê ainda que, de 6 a 23 deste mês, serão convocadas plenrias, assembleias e reuniões, em todo o Brasil, visando a construção do movimento.
 
Em nota, as Centrais destacam que “irão colocar força total na mobilização da greve em defesa dos direitos sociais, contra as reformas trabalhista e previdenciria e a terceirização indiscriminada” que o governo Temer tenta impor ao Pas.
 
A Agência Sindical conversou com o presidente da Nova Central São Paulo, Luiz Gonçalves (Luizinho), que considera o dia 30 a data mais apropriada para a paralisação de todas as categorias profissionais. “Tivemos uma reunião produtiva, com a presença de muitos dirigentes das Centrais. Foi muito importante fechar um dia para a greve ocorrer, não deixando apenas um indicativo solto”, afirma.
 
A preparação da greve começa imediatamente e a data ser referendada pelas categorias nas plenrias e assembleias estaduais. “Não podemos fazer uma greve pequena”, avalia João Carlos Gonçalves (Juruna), secretrio-geral da Força Sindical. Ele lembra que a Central ir acompanhar o desenrolar da mobilização, destacando a necessidade de que cada Sindicato, Federação e Confederação apoie a data.
 
“Vamos fazer uma grande greve, maior que a de 28 de abril”, ressalta Luiz Carlos Prates (Mancha), da executiva nacional da CSP-Conlutas.
 
Nova reunião - Ficou agendada nova reunião para organização da greve nesta quarta (7), s 10 horas, na sede do Dieese, região central da capital paulista. No encontro, deve ser definida a elaboração de um jornal unitrio com quatro pginas, com circulação em todo o Pas.