Home/ Noticias/ BRASLIA: UGT E SINDICATO DOS PADEIROS NA LUTA CONTRA AS REFORMAS DA PREVIDNCIA E TRABALHISTA

BRASÍLIA: UGT E SINDICATO DOS PADEIROS NA LUTA CONTRA...

BRASÍLIA: UGT E SINDICATO DOS PADEIROS NA LUTA CONTRA AS REFORMAS DA PREVIDÊNCIA E TRABALHISTA
Por Suely Torres
sindUGTbrasilia
(Foto: Fbio Gomes)
 
Nesta quarta-feira (22), o presidente do nosso Sindicato, Chiquinho Pereira, o Presidente Nacional da União Geral dos Trabalhadores (UGT), Ricardo Patah, o presidente da Confederação Nacional dos Trabalhadores nas Empresas de Crdito (CONTEC), Lourenço do Prado, entre outros sindicalistas foram recebidos por senadores, deputados federais e pela executiva do Partido Trabalhista Brasileiro (PTB), em Braslia, para debater as propostas de reformas da previdência e trabalhista.
 
Muito atentos aos argumentos apresentados pelas lideranças da UGT, os parlamentares do PTB ressaltaram a importância das reformas para tirar o pas da grave crise que se encontra, porm, afirmaram que são contra a qualquer proposta que retire direitos dos trabalhadores.
 
Os sindicalistas reforçaram o argumento de que a proposta de reforma da previdência trar graves prejuzos aos trabalhadores. “Não concordamos com a proposta da idade mnima de 65 anos para homens e mulheres, pois existem muitas desigualdades na relação de trabalho quando se trata dos direitos das mulheres, assim como a mudança do tempo de contribuição de 15 para 25 anos, das novas regras da Pensão por Morte que ser composta por 50% do valor integral, mais 10% por dependentes e, pior, o reajuste ser desvinculado do salrio mnimo.” Disse Chiquinho Pereira.
 
Com relação a propostas de reforma trabalhista, os sindicalistas foram enfticos ao se referirem a proposta de terceirização que trar como consequência salrios menores, aumento do nmero de acidentes no trabalho, fim do direito a frias, do 13 salrio, aumento da jornada de trabalho, ou seja, acaba com direitos trabalhistas conquistados h dcadas pelos trabalhadores brasileiros.
 
Para Chiquinho Pereira, o encontro foi bastante produtivo. “Os senadores, deputados e a executiva do PTB realizaram um longo debate com os sindicalistas presentes, ouviram e concordaram com muitos argumentos que apresentamos e foram claros quando disseram que não aceitarão propostas que sejam contra os trabalhadores.” Finaliza o sindicalista.